Central de Atendimento
Tel.: (44) 3226-3456
Trabalhadores querem receber o abono salarial ainda em 2015

Os representantes dos trabalhadores tentarão reverter hoje, em reunião do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), decisão que adia para o próximo ano metade dos pagamentos do abono salarial. No mês passado, o governo conseguiu aprovar no Codefat, com o apoio dos empresários, uma mudança no cronograma de pagamento do abono referente a 2015/2016.

 

A proposta faz com que metade dos beneficiários receba o pagamento somente no ano que vem, ou seja, até março. O alongamento do calendário de pagamento tem como objetivo economizar R$ 10 bilhões neste ano, ajudando no cumprimento da meta fiscal.

 

O representante da CUT no Codefat, Quintino Severo, afirmou que a bancada dos trabalhadores decidiu recorrer da decisão aprovada no mês passado para tentar construir uma alternativa. "Vamos tentar convencer as empresas que o pagamento do abono salarial neste ano significa mais dinheiro para o consumo, ou seja, beneficiaria não só os trabalhadores como também os empresários."

 

O pagamento do abono salarial e do seguro-desemprego é bancado pelo FAT, mas como essas gastos estão crescendo fortemente, aportes do Tesouro têm sido recorrentes. No primeiro semestre deste ano, as despesas com seguro-desemprego somaram R$ 1.9,894 bilhões, o que representa um aumento de 29,87% na comparação com os seis meses de 2014.


Fonte: Valor Econômico